Programação

Curitiba

Curitiba

CuritibaA cidade mais digital do país, segundo o índice Brasil de Cidades Digitais, receberá uma nova edição do Agile Tour.

Esse ano ocorrerá no dia 20 de setembro, um sábado, com início às 08:00.

Inscrições encerradas.

Setor de Educação Profissional e Tecnológica (SEPT)
Rua Dr. Alcides Vieira Arcoverde 1225, Jd. das Américas
Curitiba – PR


icon_facebook /AgileTourCuritiba

08:00 Inscrição/Credenciamento
09:00

A Bula da Agilidade

Renato Willi (Sea Tecnologia)
Indicações, posologia, contra-indicações, efeitos colaterais e overdose na adoção de metodologias ágeis por empresas, com muitos números e dados de pesquisas recentes realizadas no Brasil e no mundo.
Iremos apresentar o perfil das empresas que estão adotando métodos ágeis, quais são suas motivações, quais os maiores desafios que têm enfrentado, quais cuidados devem ser tomados, quais resultados estão obtendo além de lições valiosas para aqueles que estão entrando nesta onda agora.

10:00 Intervalo/Coffee-break
10:30

Melhoria de processos em métodos ágeis: não é o que você está pensando!

Rafaela Mantovani Fontana (UFPR)
Percebe-se que muitas equipes ágeis tentam implementar melhoria de processos por meio da utilização de modelos de referência como CMMI-DEV ou MR-MPS.BR-SW. As iniciativas algumas vezes são bem sucedidas, mas não é possível se manter alinhado aos princípios ágeis – as exigências dos modelos de referência são fortemente baseadas na definição e controle de processos. Como uma equipe ágil poderia, então, evoluir, amadurecer, sem perder a agilidade? Este é o resultado de um estudo de doutorado que verificou em equipes reais, de diversos contextos e perfis, como as práticas e a equipe evoluem. Melhoria de processos em métodos ágeis envolve questões muito mais subjetivas do do que prescrição de processos, e é possível evoluir sem a necessidade de seguir processos pré-estabelecidos.

Métodos ágeis, obstáculos e ideias

Fernando Viel
Iniciarei falando sobre métodos ágeis, começando pelos princípios, domínios de complexidade (cynefin), comento com um pouco mais de detalhe sobre sistemas complexos, e relaciono à abordagem ágil. Então passarei a falar sobre os obstáculos encontrados ao utilizar, e aí começa a prática, que ao términos irá mostrar as ideias, completando a minha proposta.

11:30

Art of Hosting: escavando o Ouro Inovação em Minas de Mentes Brilhantes

Marcio Namiki
Quantas vezes já pensamos: “Puxa, aquela idéia é tão bacana! Eu poderia ter pensado nela antes!”
Existem empresas direcionando seus times à descoberta e implementação de novas idéias e, não à toa, têm inovado em soluções em diversos campos do conhecimento.
Esta palestra apresenta um laboratório prático de estímulo às iterações mútuas através das técnicas de Art of Hosting que, neste caso, serão direcionadas ao tema Inovação.
O público alvo é tanto melhor quanto mais diversificado for, envolvendo igualmente desenvolvedores, analistas de negócio ou gestores.
Venha estimular sua criatividade em “Art of Hosting: escavando o Ouro Inovação em Minas de Mentes Brilhantes”

Open spaces

12:30 Almoço
14:00

A Pirâmide Lean

Samuel Crescêncio (OnCast)
A Pirâmide Lean provê uma base para responder as mudanças de forma segura, enquanto proporciona a entrega de valor e fomenta a agilidade. Inovação e colaboração extrema são características de qualquer negócio competitivo. Ambientes de negócio de sucesso são construídos sobre times de alta performance que desenvolvem-se para a perfeição na criação de processos e produtos. Eles compartilham a mesma paixão, a mesma visão e sabem como fazer. A Pirâmide Lean é um modelo que encompassa todos os valores, princípios e práticas que precisam ser aplicados para alcançar tais ambientes competitivos e bem sucedidos.

Fishbowl: A resiliência e a mudança organizacional

Celso Martins
Bater de frente é uma das piores maneiras de levar adiante um processo sólido de mudança organizacional. Como você reage às mudanças que aparecem no seu dia a dia? Como você coloca as mudanças necessárias do dia a dia? Vamos estudar estas e outras questões sob a perspectiva de quem está promovendo ou recebendo a mudança.

15:00

The spice must flow!

Marcelo Walter e Ramon Tramonitini
Nesta sessão os palestrantes irão demonstrar como um processo focado em kaizen conseguiu evoluir de práticas “tradicionais” XP e Scrum para uma abordagem Kanban mesmo sem os integrantes do time sequer tivessem ouvido falar da metodologia. Será demonstrado que pequenas mudanças contínuas muitas vezes contra-intuitivas são capazes de revolucionar uma empresa e chegar a um estado de “continuos flow” da equipe com resultado muito expressivos em produtividade e qualidade.

Ignite talks

16:00 Intervalo/Coffee-break
16:30

Transformando desenvolvedores numa equipe 10X!

Edson Yanaga (Produtec)
Você gostaria de produzir software melhor, escrever código limpo, entregar em menos tempo e satisfazer os clientes? A resposta parece óbvia. Um dia o fato de ser ágil pareceu ser a resposta pra tudo isso. Hoje percebemos que para criar uma equipe um nível de magnitude acima (10x) é necessário algo mais. Seria o DevOps o elemento que faltava? Descubra nessa palestra e prepare-se para entregar software melhor.

17:30 Encerramento

São Paulo

São Paulo

Itaim_Bibi_SPA terra da garoa está pronta para mais uma edição do Agile Tour!

Conduzimos a edição de 2013 contando com o apoio, que se renova para esse ano, com a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, que nos cedeu suas instalações e infraestrutura para a realização do evento.

Inscreva-se já nessa que é uma ótima oportunidade para trocar conhecimento, realizar networking e ouvir as referências no Brasil sobre o assunto. Será no dia 27 de setembro.

PUC-SP – Campus Consolação
Rua Marquês de Paranaguá, 111 – Consolação
São Paulo – SP


icon_facebook /AgileTourSP

08:00 Inscrição/Credenciamento
09:00

A Segunda Coisa Mais Importante no Desenvolvimento de Software

Klaus Wuestefeld (Objective Solutions)
A primeira coisa mais importante para a agilidade de um projeto de software é o aspecto humano. Trata-se de um assunto vasto, fofinho e repleto de platitudes. Nesta palestra não vou falar disso. Vou falar de uma questão técnica, concreta e difícil, que considero ser a segunda coisa mais importante e a mais relegada.

10:00 Intervalo/Coffee-break
10:30

Software em Fluxo: como melhorar projetos de software com Kanban

Alisson Vale (K21)
Todo projeto de software tem um fluxo de valor. Um novo incremento do nosso produto passa de forma recorrente por esse fluxo para chegar até o cliente. Mas o caminho nem sempre é suave de uma ponta até outra. Nessa sessão, será apresentado como as práticas e métodos oferecidos pelas abordagens Lean e Ágil podem contribuir para otimizar esse fluxo. Com um fluxo melhor, podemos construir um software melhor, com menos desperdício e mais colaboração.

11:30

A maioria das adoções de métodos ágeis e projetos de software falham! Será mesmo? Por que?

Alexandre Freire (Industrial Logic)

Poucas organizações obtêm sucesso inquestionável com a adoção de métodos ágeis. Na verdade, a maioria dos projetos de software fracassam.

Por mais que prometemos melhorias exponenciais, infelizmente a maioria das nossas equipes nunca consegue encontrar o seu ritmo ágil. Sofremos com adoções parciais e dolorosas ou nos conformamos com o aparente “fato” de que o Agile é só mais uma moda passageira. Tudo bem, não é nossa culpa. A culpa é de uma fraqueza inerente a esses métodos, que até então não discutimos: ao adotar agilidade, a primeira coisa que acontece é que nossos fracassos são escancarados para todo mundo ver.

Equipes fantásticas conseguem alavancar o fato de falharem rapidamente para aprender e evoluir com rapidez. Mas, justamente porque usar métodos ágeis cria um grande número de fracassos, indivíduos, times e organizações que não se sentem seguras em falhar não conseguem se beneficiar.

Aprender com nossas falhas não é fácil; não é natural para todos e nem todas culturas convidam o fracasso e o aprendizado que podemos obter com ele. Nessa palestra, exploro a ligação entre a segurança das pessoas envolvidas no desenvolvimento de software e o sucesso na adoção de métodos ágeis, explorando as principais causas de falhas apontadas por pesquisas recentes e oferecendo idéias de como contorná-las.

Venha compartilhar os seus fracassos e vamos juntos descobrir como podemos começar, ainda hoje, a transformar o nosso ambiente de trabalho em um lugar mais seguro. Aprenda como você pode mudar a cultura da sua organização para criar uma base sobre a qual os métodos ágeis podem trazer todos benefícios esperados.

12:30 Almoço
14:00

Escalando a Gestão Ágil com SAFe (Scaled Agile Framework)

Manoel Pimentel (Adaptworks)

Scaled Agile Framework(SAFe) é um modelo, baseado em Scrum, XP, Lean e muita experiência de campo, para a implementação de práticas ágeis em grande escala. Ele reconhece o que tipicamente tem funcionado bem no trabalho de times ágeis, na forma de fazer gestão de programa e na maneira ágil tratar um portifólio de demandas organizacionais. Essa palestra fará passeio pelo framework do SAFe para construir um entendimento inicial sobre:

  • Como rodar ágil em contextos envolvendo vários times?
  • Como sincronizar o trabalho desses times?
  • Como coordenar o resultado do trabalho de times distribuídos geograficamente?
  • Como priorizar demandas em produtos robustos e dinâmicos?
  • Como ser ágil e estar em conformidade com modelos de governança?

Essas tem sido algumas das questões que o SAFe está ajudando a responder em grandes empresas que estão adotando ágil realmente em larga escala e gerando resultados reais em redução de time-to-market, aumento da satisfação dos clientes, aumento da felicidade no trabalho e aumento da percepção sobre o retorno de investimento e até mesmo, redução drástica dos investimentos em projetos não necessários/importantes.

15:00

Métodos Ágeis em Ensino e Pesquisa

Rodrigo de Toledo
Muitas das iniciativas da Engenharia de Software surgiram na área acadêmica para uma posterior aplicação na indústria. Porém, com os Métodos Ágeis foi diferente, eles surgiram diretamente do mercado onde sua abrangência é cada vez maior por se mostrarem eficientes na prática.

Nessa contra-mão, os métodos ágeis viraram tema de ensino e pesquisa nas universidades apenas recentemente. O impacto disso na vida acadêmica e a reverberação que isso trará ao mercado ainda é algo que está sendo observado.

Nesta palestra pretendemos mostrar um pouco do panorama científico dos Métodos Ágeis e como eles têm contribuído para a vida acadêmica, tanto na graduação como na pós.

16:00 Intervalo/Coffee-break
16:30

Gamestorming

Thiago Medeiros (GoToAgile)

Como a utilização de jogos melhoram a colaboração entre as pessoas, as ajudam a priorizar assuntos e eliminar desperdícios, buscando a maximização dos resultados, sem podar a criatividade.

Nessa palestra será apresentada a motivação da estruturação dos jogos, exemplos e a utilização prática de um jogo, para discussão e compartilhamento de idéias, em um evento mensal em São Paulo.

17:10

Inovação Pragmática

Juan Bernabó (Teamware/Germinadora)

Descubra como as melhores empresas no Vale do Silício criam novos produtos, em menos tempo, com maiores chances de sucesso em um ambiente cada vez mais competitivo.

Em torno de 80% dos novos produtos fracassam. Para aumentar as chances de sucesso e minimizar os riscos no processo de criação de novos produtos, já existe uma nova abordagem sistemática para descoberta, criação e desenvolvimento de novos produtos, que vem, cada vez mais, ganhando espaço nas diferentes indústrias.

Nos últimos anos tem surgido varias ferramentas e metodologias para gerar inovação de forma mais pragmática como Lean Startup, Customer Development, Business Model Generation, Lean Canvas, Validation Board, Value Proposition Canvas, entre outros.

18:00 Encerramento

Campinas

Campinas

CampinasO terceiro município mais populoso de São Paulo, Campinas e sua região é reconhecida pela ONU como uma das maiores concentrações de empresas de alta tecnologia em todo o Hemisfério Sul, sendo assim, o Agile Tour também pousará na cidade!

As palestras serão no dia 01 de outubro na AFPU da Unicamp. Inscrições encerradas.

Agência para a Formação Profissional da Unicamp
Rua da Reitoria, nº 35, prédio da reitoria 6
Cidade Universitária – Campinas – SP
CEP: 13083-872


icon_facebook /AgileTourCampinas

08:00 Inscrição/Credenciamento
09:00

A Segunda Coisa Mais Importante no Desenvolvimento de Software

Klaus Wuestefeld (Objective Solutions)
A primeira coisa mais importante para a agilidade de um projeto de software é o aspecto humano. Trata-se de um assunto vasto, fofinho e repleto de platitudes. Nesta palestra não vou falar disso. Vou falar de uma questão técnica, concreta e difícil, que considero ser a segunda coisa mais importante e a mais relegada.

10:00 Intervalo/Coffee-break
10:30

Melhoria de processos em métodos ágeis: não é o que você está pensando!

Rafaela Mantovani Fontana (UFPR)
Percebe-se que muitas equipes ágeis tentam implementar melhoria de processos por meio da utilização de modelos de referência como CMMI-DEV ou MR-MPS.BR-SW. As iniciativas algumas vezes são bem sucedidas, mas não é possível se manter alinhado aos princípios ágeis – as exigências dos modelos de referência são fortemente baseadas na definição e controle de processos. Como uma equipe ágil poderia, então, evoluir, amadurecer, sem perder a agilidade? Este é o resultado de um estudo de doutorado que verificou em equipes reais, de diversos contextos e perfis, como as práticas e a equipe evoluem. Melhoria de processos em métodos ágeis envolve questões muito mais subjetivas do do que prescrição de processos, e é possível evoluir sem a necessidade de seguir processos pré-estabelecidos.

11:30

An Intro to Radical Management

Heitor Roriz (Massimus C&T)

In the 21st century, there will be two kinds of organizations: those that delight their customers and those that don’t”. This talk will elaborate on the seven principles of Radical Management, how they can profoundly change an organization in the brink of extinction today and why its inevitability is something that every company in the XXI will have to deal with.

12:30 Almoço
14:00

Quando os rótulos não atendem as suas necessidades

Juliano Ribeiro (Objective Solutions)
Mesmo o Manifesto Ágil tendo mais de 10 anos, ainda existem muitas empresas, e pior, desenvolvedores, que ainda não conhecem e seguem os seus princípios. Cedo ou tarde todos vão perceber que os velhos modelos já não servem mais. Todos.
Mas quando esse momento chega, que caminho seguir? Qual a melhor metodologia? Existe um modelo que vá cobrir todas as necessidades de um projeto com desenvolvimento ágil?
Nessa talk falaremos sobre adoções reais de ágil e como elas falharam na tentativa de seguir modelos pré definidos, somente alcançando sucesso quando começaram a pensar fora da caixa e pensar por si mesmos. Afinal, estamos descobrindo maneiras melhores de fazer software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a fazê-lo.

15:00

ProjectFlow: na prática a teoria é outra

Fernando Ultremare (Dextra)

Não importa muito se você é um desenvolvedor, um gerente de projetos ou um analista de negócios. O fato é que, ao longo do tempo, construímos, e buscamos manter sempre atualizada, nossa própria caixa imaginária de ferramentas, contendo as melhores práticas que identificamos para lidar com as diferentes situações de cada projeto.

Além disso, seja pela escolha das tecnologias ou das metodologias de trabalho que julgamos serem as melhores, e até mesmo pela forma que nos relacionamos com os clientes, todos nós continuamente refinamos nosso ideal de projeto perfeito. O projeto, que se pudéssemos, só trabalharíamos nele.

Até ai tudo bem, pois é assim que evoluímos na direção daquilo que aprendemos.

O problema é que, no dia a dia, as coisas nos projetos insistem em acontecer ao contrário daquilo que idealizamos e muitas vezes podemos ter a sensação de que quase nunca é possível aplicar o que temos de melhor. Nos frustramos com a empresa que trabalhamos, com os clientes e com a nossa própria equipe. Por fim, atribuímos o fracasso dos projetos à toda essa situação.

Se você se identificou com essas experiências, gostaria de convidá-lo para conversar sobre como podemos tentar transformar os projetos que trabalhamos em nossos projetos perfeitos, mesmo que no fim das contas não sejam exatamente aquilo que idealizamos.

16:00 Intervalo/Coffee-break
16:30

Atravessando a rua: Da Faculdade á Agilidade.

Rafael Barbosa Camargo
O que aguarda os alunos de TI no universo empresarial? Como é este meio ambiente e como ele se comporta. Você está pronto para se adaptar? Você está pronto para revolucionar?

17:30 Encerramento

Brasília

Brasília

BrasiliaInformamos que devido a adversidades, a organização do Agile Tour tomou a decisão do cancelamento da programação do evento de Brasília.

Os inscritos receberão, via e-mail, instruções de como ter de volta o valor investido no evento.

Com tudo, pedimos desculpas e nos vemos nas edições Cascavel e Maringá.

Cascavel

Cascavel

CascavelA quinta maior cidade do Paraná, recebe pela primeira vez o Agile Tour. A realização da maior conferência sobre desenvolvimento ágil no mundo será um marco histórico para a comunidade de desenvolvimento de software de Cascavel e região.

Não perca essa oportunidade! Venha participar conosco!

As palestras serão no dia 22 de novembro na Universidade Paranaense (UNIPAR) – Unidade Cascavel. Inscrições abertas!

Universidade Paranaense (UNIPAR) – Unidade Cascavel
Rua: Rui Barbosa, 611 – Jardim Cristal
CEP: 85801-470
Telefone: (45) 3321-1300
Fax: (45) 3321-1300
Cascavel – PR


icon_facebook /AgileTourCascavel

08:00 Inscrição/Credenciamento
09:00

Transformando desenvolvedores numa equipe 10X!

Edson Yanaga (Produtec)

Você gostaria de produzir software melhor, escrever código limpo, entregar em menos tempo e satisfazer os clientes? A resposta parece óbvia. Um dia o fato de ser ágil pareceu ser a resposta pra tudo isso. Hoje percebemos que para criar uma equipe um nível de magnitude acima (10x) é necessário algo mais. Seria o DevOps o elemento que faltava? Descubra nessa palestra e prepare-se para entregar software melhor.

10:00 Intervalo/Coffee-break
10:30

Design Thinking

Renan Crippa Freitas (Tecnospeed TI)

11:30

Falhem comigo e sejamos melhores!

Juliano Ribeiro (Objective Solutions)

A sua primeira adoção ágil vai falhar. Isso é quase um fato. No início iremos usar metodologias de forma errada, seremos resistentes às mudanças e por consequência falharemos. Mas isso é ruim? Talvez. Vamos falar sobre como criar um ambiente seguro para aprendizado, seguindo as práticas ágeis.

A mecânica dessa palestra é mostrar que colocar a adoção de ágil como meta quase sempre leva a falha e ao desapontamento, com pouquíssimas exceções. Times ágeis, principalmente organizações que pretendem adotar ágil, precisam ter claro em suas mentes que haverá uma perda de performance, entrega ou seja lá qualquer métrica você adotar, antes de finalmente melhorar.

12:30 Almoço
14:00

Gamification e o lado negro dessa força…

Marcelo Walter

Gamefication é uma técnica de gestão que vem ganhando grande destaque. Traz motivação, engajamento e resultados muito rápidos.
Esse relato vem trazer a experiência vivida por uma equipe de desenvolvimento de software que se utilizou desse poder, se surpreendeu com o sucesso e conseguiu tirar um grande proveito dessa técnica. Mas o que se esconde no lado obscuro dessa força? Quais são as armadilhas que devem ser evitadas?
A competição e o desafio criados por esse modelo tende a levar as pessoas a dar o seu melhor, mas qualquer equipe está emocionalmente preparada para essa técnica?
Qualquer problema é passível de ser resolvido dessa forma?
Será que estamos preparados?

15:00

Fishbowl

Todos os participantes

O tema será definido em conjunto, durante o evento.

16:00 Intervalo/Coffee-break
16:30

Stand up meeting… commedy

Giancarlo Pessatto

A proposta desta apresentação, é abordar um pouco de conteúdo ágil de um modo diferente, contando situações engraçadas que ocorreram em transações ágil e durante a trajetória de colegas de trabalho.

17:30 Encerramento

Maringá

Maringá

MaringaMais uma vez a cidade de Maringá recebe um dos maiores eventos mundiais em agilidade. Palestras de altíssimo nível, não perca essa oportunidade de de se aprimorar e fazer excelentes networkings.

Faculdade Cidade Verde
Avenida Horácio Raccanello Filho, 5950
Novo Centro, Maringá – PR
Telefone: (44) 3028-4416


icon_facebook /AgileTourMaringa

08:00 Inscrição/Credenciamento
09:00

A Segunda Coisa Mais Importante no Desenvolvimento de Software

Klaus Wuestefeld (Objective Solutions)
A primeira coisa mais importante para a agilidade de um projeto de software é o aspecto humano. Trata-se de um assunto vasto, fofinho e repleto de platitudes. Nesta palestra não vou falar disso. Vou falar de uma questão técnica, concreta e difícil, que considero ser a segunda coisa mais importante e a mais relegada.

10:00 Intervalo/Coffee-break
10:30

Open space marketplace

11:30

Debate dos temas escolhidos no marketplace

12:30 Almoço
14:00

Debate dos temas escolhidos no marketplace

16:00 Intervalo/Coffee-break
16:30

Apresentação dos resultados dos debates

17:00

Stand up meeting… commedy

Giancarlo Pessatto

A proposta desta apresentação, é abordar um pouco de conteúdo ágil de um modo diferente, contando situações engraçadas que ocorreram em transações ágil e durante a trajetória de colegas de trabalho.

17:30 Encerramento

Grade de palestras sujeita a alterações sem prévio aviso.

Organização


ObjectiveLogo

Patrocínio Gold


logo k21 ok-2

Patrocínio


    

Apoio

AuxilisLogo

Dúvidas, sugestões e reclamações, por favor entrem em contato através do e-mail contato@agiletour.com.br